9 Comentários

  1. Muito obrigado pela resposta

  2. Olá amigo,
    Já conheço sobre as explicações dadas ao leitor que iniciou o tópico. Todavia cotinuo com dúvida:
    1- Se o FED, compra a AIG, sem ser uma empresa pública, entaum, por dedução lógica, a AIG não ficou sendo pública, ainda que atue próxima ao governo dos EUA.
    2- Não foi ótimo ao grupo q controla o FED, uma vez que podem emprestar o mesmo dinheiro 2 vezes, já q emprestam pelo FED e seguram pelo AIG (q tb é deles, após a compra)?
    Muito obrigado pela ajuda

  3. Author

    Olá, Raul,
    A sua dúvida é importanteÇ veja que ela não era uma empresa pública, mas o FED, apesar de meio público, meio privado, não tem controlador. O presidente dos EUA indica um cara para presidir e ele é sabatinado pelo Congresso, a quem o FED te que prestar contas.
    Nesse caso, a AIG não será controlada por nenhu grupo controlador. Aliás, tão logo a situação esteja normalizada (vai dmorar pacas), a AIG será “devolvida” ao setor privado.
    Abraço do Beto

  4. 1-Pq os juros americanos não foram subindo aos poucos, 2- ou os empréstimos ficaram mas selecionados para assim reprimir o consumo e o excessivo crédito imobiliário? Evitando a criação de uma situação altamente instável e perfeitamente prevista por todos os economistas, para que então uma súbita instabilidade e retirada de créditos que obrigasse os bancos a cobrar seus empréstimos?
    Muito grato pela atenção e ajuda

  5. Author

    Olá, Raul,
    É um prazer discutir esses pontos. Vou colocar minha resposta amanhã na página de postagens, ok?
    Abraço do Beto

  6. Meu amigo vc não sabe da missa nem um terço,pra que o FED seja privado foi muita briga atravez de centenas de anos, a familia rotshild já vem arquitetando isso a muito tempo juntamente com a familia rockfeler, muita gente que barrou esse projeto já morreu. E depois de uma festa apenas 4 deputados compareceram na camara na epoca e aprovaram a criação do FED, sáo 18 acionistas, que controlam praticamente a economia global, eles tem um artificio que se eles tiver um dolar em caixa podem emprestar 10, financiam ambos os lados de uma guerra, ambos os candidatos a presidentes e nunca ficam no prejuizo por causa desse artificio. Não vou nem me aprofundar nisso pq é uma grande historia. Mas quem controla o FED e o banco central da inglaterra e a economia mundial é a familia rotshild.

  7. Acredito que os bancos privados são um mal para nossa liberdade. Pegando os EUA como exemplo, o banco pode usar a sociedade de refém contra o governo, com ameaças de causar crises usando seu controle sobre a emissão da moeda.
    O estado deve governar um país e não o dinheiro. Dando o poder de emissão da moeda a uma instituição privada nos privará de nossa liberdade pois o dinheiro será controlado conforme os interesses da elite que controla o banco.
    O banco central é a maior fraude, com a promessa de estabilizar a economia eles literalmente só fazem o contrário. Pior ainda, eles causam crises e guerras. Sem contar a reserva fracionada, que é a coisa mais repulsiva que eu já vi.
    Não teremos nenhum benefício em ter um banco central cujos acionistas nem conhecemos, que não estão em nosso país e que não possuem nenhum senso de honestidade. Eles não tem nenhuma obrigação perante nossa nação e simplesmente irão atrás de lucros.

    Assistam Os Mestres do Dinheiro, Dinheiro como Dívida, Zeitgeist, O Sonho Americano (desenho). Todos tratam desse assunto.

  8. Leandro, muito lúcido teu comentário.
    É muito difícil para a maioria, eu incluso, ter uma visão holística dos reais efeitos de se ter um BC privado, ou mesmo da reserva fracionada…

    mas o fato é que a sociedade evolui tecnologicamente, e nunca trabalhamos tanto
    a grande massa trabalha intensamente e vive miseravelmente…

    meu ponto é que toda essa riqueza gerada através do trabalho, da economia real, está sendo drenada para algum lugar, para alguém

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 3 =