53 Comentários

  1. Olá Beto, achei por acaso seu site, e estou adorando as matérias. Sou estudante de economia, e faço estágio na área de cálculos financeiros. E tenho muitas dúvidas, com relação por exemplo, ao máximo de juros cobrados mensalmente pelo cartão de crédito.As pessoas me perguntam muito isso..quando é abusivo ou nao?
    Grata,Thaís

  2. Author

    Olá, Thais,
    Muito obrigado pelo comentário.
    Sobre a consideração de abusivo, o judiciário considera aquela taxa de juros que fica muito acima da média.
    Logo, se todos os cartões subirem suas taxas, a média vai lá para cima e fica tudo bem.
    Não é fácil a coisa.
    Abraço do Beto

  3. Finanças pessoais me agrada muito. Costumeiramente leio muito sobre o assunto e visito muitos sites relacionados.
    Parabéns pelo site e pelo artigo, que como de costume são apresentados com muita propriedade e conhecimento de causa.
    Tenho um blog sobre finanças também, que gostaria que desse uma olhada : financasonline.org , é o espaço onde procuro compartilhar o que aprendi no dia a dia e também orientações do meu material de estudo.

  4. Author

    Olá, Denilson,
    Muito obrigado pelo comentário.
    Sucesso com seu blog.
    Abraço do Beto

  5. Ola, tudo bem. Fiz uma viagem internacional. Concentrei a maioria das compras no cartao de credito. Qdo chegou afatura, o banco do brasil cobrou quase R$200,00 referente a taxas de comrpa no exterior. Estou acionando o Procn. o que pensa sobre isto?

  6. Beto, só para registrar… Essa nova lei é um lixo, em momento algum protege o consumidor… Porque eles não limitam os juros abusivos cobrados pelas operadoras? O governo é escravo do sistema financeiro… E o governo é e está um lixo! Eles só tapam o sol com a peneira… O q realmente precisa ser mudado não muda!

  7. Author

    Olá, Claiton,
    Muito obrigado pelo seu comentário.
    Só faço uma correção técnica para afirmar que, na realidade, isto não é uma lei, motivo pelo qual o Código de Defesa do Consumidor sempre poderá ser utilizado primariamente.
    Eu fiz este texto porque tem gente que nem sabe da existência desses poucos direitos já “aceitos” pelas empresas e sancionados pelo governo.
    Abraço do Beto

  8. Author

    Olá, Cláudia,
    Você tomou a atitude correta: buscar os seus direitos.
    Estas regras ainda não entraram em vigor com relação ao seu contrato, mas nada impede que você questione as cobranças no Procon e na justiça, não com base nelas, mas no Código de Defesa do Consumidor.
    Abraço do Beto

  9. OLÁ BETO VEIGA…achei seu blog sem querer… mas vi q vc é uma pessoa entendida no assunto …
    gostaria de fazer meu 1º cartão de crédito das pesquisas que fiz optei pelo CARTÃO PETROBRAS…
    MAS EM MUITAS DE SUAS CLAUSULAS DIZ O SEGUINTE:
    VIII. ANUIDADE, TARIFAS DE SERVIÇOS
    8.1. Pela utilização do(s) CARTÃO(ÕES), o BANCO poderá cobrar do TITULAR todas as tarifas de anuidade, referentes ao CARTÃO do TITULAR e uma tarifa de anuidade para cada CARTÃO ADICIONAL emitido, a partir da data da respectiva liberação de cada CARTÃO, ou quando da primeira utilização do CARTÃO pelo TITULAR ou ADICIONAL(IS) para COMPRAS e/ou saques.
    8.1.1. A cobrança da tarifa de anuidade e o seu respectivo valor, se houver, constarão da Proposta ou Termo de Adesão ao SISTEMA. O valor poderá ser obtido, também, na CENTRAL DE ATENDIMENTO BB e na internet, no sítio http://www.bb.com.br, na Tabela de Tarifas Pessoa Física do BANCO.
    8.1.2. Em caráter promocional poderá o BANCO instituir isenção da cobrança da tarifa de anuidade durante prazo determinado. Encerrado o prazo promocional, a referida tarifa passará a ser cobrada normalmente, hipótese em que o TITULAR será informado da cobrança com antecedência mínima de 30 (trinta) dias, por meio de sua FATURA.
    8.2. O BANCO poderá cobrar, em substituição à Tarifa de Anuidade, a Tarifa de Inatividade de CARTÕES liberados pelo cliente que não apresentarem transações de compras, pagamento de contas (caso seja disponibilizado) ou saques na CONTA CARTÃO no período de três (3) meses consecutivos. A Tarifa de Inatividade somente será exigível a partir da sua previsão na Tabela de Tarifas de Pessoas Físicas – Serviços Diferenciados do BANCO.
    8.3. O BANCO cobrará tarifa:
    a) pela emissão de segunda via de cartão de crédito, exceto para os casos de falsificação e de vencimento do plástico;
    b) pela transação de saque;
    c) pelas transações no exterior;
    d) pelas transações de pagamento de contas (caso seja disponibilizado).

    8.3.1. Além das tarifas referidas na Cláusula 8.3, o BANCO poderá cobrar outras que forem permitidas pelo Banco Central do Brasil, desde que comunicadas ao cliente com antecedência mínima de 30 (trinta) dias, alternativamente por meio:
    a) da FATURA;
    b) dos Terminais de Auto Atendimento – TAA;
    c) da internet, relacionadas na Tabela de Tarifas Pessoa Física – Serviços Diferenciados do BANCO.
    8.4. Depois de executada a transação de pagamento de contas (caso seja disponibilizado), a recusa do pagamento por razões ou falhas operacionais externas ao BANCO não ensejará o estorno da respectiva tarifa, ou de encargos financeiros cobrados pelo período de utilização do limite de crédito.
    8.5. As tarifas e a anuidade serão cobradas na FATURA emitida pelo BANCO.
    MEU CARO BETO VEIGA, POR NÃO ENTENDER MTO DO ASSUNTO QUERIA Q VC ME EXPLICASSE O Q EU VOU PAGAR POR TER ESSE CARTÃO POR QUE NO SITE SO FALA AS VANTAGENS E OS BENEFICIOS… E QUE NÃO PAGA NADA… ESTOU ACHANDO ESSE CARTÃO BOM DEMAIS PRA SER VERDADE…
    OBRIGADA!!!

  10. Author

    Olá, Natalia,
    O que o texto diz é a reprodução dos termos das novas regras.
    Eles estão cobrando tudo que podem e, se vierem a ser autorizados a cobrarem outra coisa, será assim feito.
    Neste sentido, se estão oferecendo isenção de algo que é possível de ser cobrado, como, por exemplo, a anuidade, peça que o façam por escrito. Se colocarem no papel, aí é definitivo. Se ficar de “boca”, você terá que contar com a sorte.
    Abraço do Beto

  11. Beto, eu recebi um cartão de crédito do santander e acabei optando por não liberá-lo, ou ativá-lo, mas mesmo assim tenho recebido faturas todo mês, é correto isso? Eles podem me cobrar?

    Obrigado.

  12. Beto abri uma conta universitária e me deram um cartão que é de débito e crédito e vai fazer um ano em junho. No mês de maio me mandaram a fatura com o desconto de 11,00 dizendo ser 1/6 referente a anuidade do cartão. Gostaria de saber se está certo, já que tenho conta universitária e sempre paguei as faturas integral, nunca parcelada. o brigado

  13. Boa noite, Beto! Tenho, ou melhor, tinha, um cartão de crédito há 14 anos. Sempre negociei os valores da anuidade, visando um valor que achasse justo. Este ano, minha tentativa foi frustrada e pedi para que cancelassem o cartão. Resumindo, ouvi da atendente que a nova lei prevê obrigatoriedade na cobrança dessa taxa pela operadora. No entanto, conheço pessoas que não pagam. Isso é mesmo verdade? Agradeço desde já a atenção!

  14. Author

    Olá, Marinei,
    Veja bem, exite uma regra dizendo que “PODE” cobrar e não uma dizendo que “DEVE” cobrar. Cobra quem quer.
    Brigue para não pagar.
    Abraço do Beto

  15. Boa Noite Humberto,

    por favor tenha a seguinte dúvida: cobrança por “over limit” ainda pode ? os bancos estão “perguntando” ao cliente se le concorda ou não em pagar uma tarifa qdo o mesmo ultrapassar seu limite de crédito, mas isso é permitido com base nessa nova legislação ?

  16. Author

    Olá, Licia,
    Se a operação de aumento de limite numa transação for automática, não pode ser cobrada.
    Abraço do Beto

  17. Boa Tarde Beto,
    tenho uma dúvida, se não estou utilizando o cartão de crédito e o valor da anuidade continua vindo, é correto a cobrança?

    Obrigada.

  18. nao é comentario é pergunta.o meu cartao é usado para compras na loja e nao é desbloqueado para credito,é certo cobrar anuidade diferenciada? por favor ajude-me a tirar essa duvida

  19. Author

    Olá, Karolinne,
    Se você não está utilizando, então cancele! Eles estornam o valor do período que não foi utilizado.
    Abraço do Beto

  20. Boa tarde Beto Veiga, parabens pelos artigos, realmente em materia de sistema financeiro o consumidor ainda esta longe de ter direitos, somente deveres. Quanto ao reajuste de anuidade dos cartoes diferenciados, me chama a atenção a não existência (ou pelo menos desconheço) do indice de reajuste. Fui surpreendida com um de reajste de tarifa este ano de mais de 80% em relação ao ano anterior. Complicado ne?

  21. Author

    Olá, Susie,
    Muito obrigado!
    Você tem toda a razão. Não há nenhum índice para a correção desses valores. O problema é que reclamar a algum órgão de defesa do consumidor é meio complicado em função do montante envolvido. Se desse para você cancelar o cartão e fazer outro em outro lugar seria a melhor resposta aos abusos.
    De qualquer forma, alguma ação coletiva poderia levar o BC a rever esta liberalidade de reajuste.
    Abraço do Beto

  22. Olá Beto, tenho uma duvida e concerteza vc pode me ajudar, sou gerente de uma empresa e temos cartão Debito e credito, a minha duvida é o seguinte eu posso repassar para o cliente o valor da tarifa cobrado nas compras no debito e credito?

    Desde de já agradeço.

    Tenha uma Boa tarde.

  23. Author

    Olá, Stefayne,
    Veja bem, este é um tema controverso. Aqui em Brasília, você pode praticar preços diferenciados.
    Nas demais regiões do País, a menos que isso mude (eu acho até que deveria mudar), se você fizer isso, pode ter problemas com o Procon. Eu acho que esta visão é equivocada, porque a venda com o cartão de crédito apresenta custo para o lojista e este acaba repassando para todos em vez de apenas para aqueles que usam o cartão.
    As empresas de cartão adoram, porque podem vender o produto delas sem nenhuma concorrência com relação aos custos.
    Abraço do Beto

  24. Author

    Olá, Neusa,
    Se o cartão é apenas para débito, você deve informar isso ao banco e pedir o fim da cobrança de anuidade imediatamente.
    Abraço do Beto

  25. Author

    Olá, Karolinne,
    Você precisa cancelar o cartão. Não basta parar de utilizar.
    Se você cancelar antes de terminar o ano, você recebe o que pagou a mais de volta.
    Abraço do Beto

  26. Tenho American Express. Quanto contactado em 2008 fui informado que não haveria anuidade, desde que eu utilizasse o mesmo a cada 3 meses. Sendo assim, aceitei o mesmo e utilizei sempre que necessário. Fui buscar outras informações no site e vi que agora será cobrada uma taxa de 100,00 4×25,00 anuidade. A questão é a seguinte: em 2008 fora oferecido sem anuidade (existe gravação da conversa?!) Manter desta mesma forma via procon é interessante? Tenho como provar (gravei via chat que realmente em 2008 não havia anuidade. Pedi que fosse avisado com antecedência (por escrito) da anuidade para que eu resolva se cancelo ou não o cartão. Eles podem cobrar a anuidade sem este aviso prévio de pelo menos 30 dias?!
    Informações de operadoras que não cobram anuidade (interessante expor).
    Atenciosamente,
    Daniel

  27. Author

    Olá, Daniel,
    Veja, eu acho que tudo é possível nesse mundo jurídico. Se você realmente faz questão deste cartão…
    Sei que é um saco ficar trocando, mas só pela falta de palavra da empresa, eu mandaria ela para o inferno. Se sua visão de mandar para o inferno for entrar com uma ação, você pode ir no juizado especial e levar a cópia do chat. Para os caras, não é nada. Eles até têm gente de plantão no juizado só para atender às demandas.
    Tem muito cartão de graça por aí, mas a escolha é sua.
    Abraço do Beto

  28. Posso cancelar o cartão mesmo tendo parcelas a vencer ?

  29. Author

    Olá, Edna,
    Sim, você pode, mas terá que pagar as parcelas de uma única vez.
    Abraço do Beto

  30. Olá Beto, também possuo um cartão American Express, o qual a jogada de marketing era “anuidade grátis para toda a vida e pontos que nunca expiram”, porém, ontem fui informado por um dos atendentes daquela empresa que com esta Resolução 3919 do Bacen TODO cartão que oferece algum tipo de benefício (recompensas, milhas, etc) terá que possuir uma taxa de anuidade. Pois bem, li atentamente a resolução e não achei nada falando sobre isso, expressamente, sobre a OBRIGAÇÃO da cobrança da anuidade. Essa informação do atendente procede?
    Obrigado

  31. Beto tenho um cartão BB Visa Universitário desde 2009. Tirando a manutenção mensal da conta eu nunca paguei tarifa alguma. Porém, na fatura que recebi agora no mês de março de 2012 veio uma cobrança chamada “Anuidade TIT” dividida em 12 parcelas, sendo que eu não contratei serviço algum. O que é essa tarifa e é correto cobrá-la de cartões universitários? Sendo que no contrato que fiz não previa tarifação do cartão de crédito nem débito.

  32. Author

    Olá, Rafael,
    A sua observação é bem importante, porque se eles oferecerem o produto básico, o cartão diferenciado tem que custar mais do que ele.
    É engraçado como uma medida com o intuito de organizar gera uma desfunção desta natureza.
    Vou ver o que posso fazer a este respeito.
    Abraço do Beto

  33. Obrigado Beto!! Infelizmente, o Brasil é o país em que se criam dificuldades para se vender facilidades!!
    Abraços

  34. Author

    Olá, Andressa,
    O banco pode cobrar a tarifa e você tem direito de cancelar.
    Se cancelar não paga as outras parcelas.
    Abraço do Beto

  35. Beto,

    tenho uma divida 2 anos no Hiper card, era unibanco e foi comprado pelo Itau, desde entao nao tenho condiçoes de pagar no momento, a empresa de cobrança liga todos os dias fazendo negociaçoes, mas infelizmente nao posso no momento.a atendente me ligou tentando fazer uma negociaçao e falei para ela que no momento nao dava e ela me perguntou se a senhora nao estar empregada porque comprou. Achei um absurdo a forma que veio falar comigo, ate entao me falou que vai me cobrar judicialmente. Isso pode acontecer. obg

  36. Olá Beto!
    Recentemente utilizei o cartão visa para pagar um serviço de um site na internet.
    Esta no entanto, foi a primeira vez que utilizei o referido cartão. Um mês depois recebi uma fatura, cuja anuidade era o valor da do serviço a ser pago ( serviço do qual achei por bem dividir em 4 parcelas)e como se não houvesse ultrapassado todas as possíveis limitações de abusos, abaixo da anuidade cobrada, estava a anuidade da minha dependente (metade do valor da anuidade que me foi cobrada).
    Caro Beto peço encarecidamente que responda-me o mais breve possível. O que posso fazer em relação a tamanho abuso? Que atitude devo tomar diante da conduta abusiva da operadora? Lembrando que a minha dependente nem mais utiliza o seu cartão e com essas taxas de anuidade estarei pagando dez vezes mais o serviço da web?

  37. Author

    Olá, Kauan,
    Veja, se você usou o cartão e está devendo, sim, pode ser cobrado judicialmente.
    Abraço do Beto

  38. Author

    Olá, Ysla,
    O que você pode fazer é cancelar o cartão. Mas se utilizou, você aciona imediatamente a cobrança, não vejo nada irregular nisso.
    Cancele o cartão seu e da sua filha e a parcela do que pagou a mais será restituída.
    Qualquer coisa, entre em contato com a central de atendimento do BC.
    Abraço do Beto

  39. Bom dia Beto, tenho um cartão de Credito Adicional(dependente) e meu dependente viajou para os USA, O limite do Cartão era de R$ 5.400,00, mas quando ultrapassou o limite a operadora de credito continuou aceitando as compras no exterior que chegou a MAIS 4.200,00 acima do limite, achei um absurdo a operadora liberar este valor a mais na compra, questionei e eles falaram que devido ao relacionamento que tenho em cumprir com os pagts. eles liberaram dai eu disse tudo bem MAS este cartão e de um dependente e não do Titular, dai eles falaram que o limite estava associados aos dois cartões.

    O que eu posso fazer a este respeito?

  40. Author

    Olá, Adryano,
    Eu, de cara, não vejo muito o que pode ser feito a esse respeito, porque você não deixou um limite estabelecido para o adicional. É claro que um advogado pode até encontrar milhares de motivos para que a empresa não tivesse liberado os saques, mas, a menos que você estabeleça esses limites, a coisa não pode recair sobre eles sem uma ação, como mencionei.
    Sinto muito.
    Por outro lado, se houvesse um limite e o adicional tivesse passado por uma necessidade de emergência, você poderia ficar chateado com a empresa por não haver liberado o uso além do limite para uma situação daquelas.
    Acho que só um bom “castigo” ao dependente, se é que cabe…
    Abraço do Beto

  41. Olá Beto! Gostaria de fazer uma pergunta.
    Acabei de verificar na minha conta do cartão de crédito a cobrança de uma anuidade (1 de 3) de R$ 100. No meu contrato assinado em 2007 consta que eu sou livre de anuidade vitalícia e agora, ligando no banco me informaram que desde Abril entrou uma lei em vigor informando que os bancos podem cobrar anuidade, mas menina também não soube me falar que lei era e também não achei nada na internet. Isso procede?
    Obrigada!

  42. Oi Beto,
    Veja se pode me esclarecer.
    A anos tenho um cartão de crédito da XCARD e na época só aceitei por ter isenção de anuidade vitalicia, pois sempre achei um absurdo ter de pagar para o banco ganhar dinheiro em cima das minhas compras. Agora estão cobrando a tal anuidade (R$270,00 divididos em 12x) com a justificativa de que o BACEN os estão obrigando. Meu contrato com o banco pode ser alterado unilateralmente? Se o banco é obrigado a cobrar, por que não me cobra R$0,01 (um centavo), simbolicamente? Há como fugir desta anuidade? Grato pela atenção.

  43. Olá Beto. Primeiramente parabéns por esse blog e pela sua disposição em esclarecer as dúvidas. Em 2007 foi me oferecido pelo banco X um cartão de crédito com isenção de anuidade permanente, desde que o usasse a cada 3 meses. Caso isso não acontecesse pagaria uma taxa de 30 reais. Hoje, o X está cobrando a anuidade com a desculpa de que essa é uma ordem estipulada na resolução 3919 do Bacen. Não consegui identificar nenhuma ordem expressa na tal resolução que extingue a isenção de anuidade permanente. Essa cobrança do banco é legal, uma vez que o contrato firmado foi de “sem anuidade permanente” ? A proibição do Bacen não se resume somente na cobrança da taxa de 30 reais?

  44. Author

    Olá, Camila,
    Há uma explicação “esdrúxula” do Banco Central, dizendo que o cartão básico tem que custar mais do que o cartão especial. Assim, para que o banco possa cobrar pelo básico, teria que cobrar do seu.
    A única sugestão que posso dar é que cancele.
    Abraço do Beto

  45. Author

    Olá, Clayton,
    Queira desculpar, mas não adianta ficar “brigando” com um prestador de serviços dessa natureza. Encontre outra emissora de cartões que não cobre anuidade e dê tchau para a atual.
    Abraço do Beto

  46. Author

    Olá, Déa,
    Não é bem que a resolução tenha “extinguido” a isenção. Conforme já respondi antes, o BC exigem que o cartão básico seja mais barato do que o internacional. Assim, os caras não estão dando o cartão como antes.
    Há outros fornecedores que não cobram por nenhum deles.
    Abraço do Beto

  47. Então duvidas, liguei p/ meu banco cancelando o cartão pois eles não qusieram nem dar desconto na anuidade o que diria cancelar. Gostaria de saber se todos os cartões de créditos serão obrigados a cobrar anuidade, será lei? E sendo assim como fica a propaganda como a saraiva faz e meu antigo cartão fez ANUIDADE GRATIS P/ SEMPRE, não teria direito o cliente de reclamar e ser indenizado por isso? pois foi enganado no que se dizia p/ sempre.

  48. Queria saber onde devo ir na net para saber sobre uma tabela, por exemplo, para tercerteza q não estou sendo enganado pelo banco sobre essa taxa de anuidade q me é conbrada, se o valor dela condiz com o q estão me cobrando. Abraços!!!!!

    Rubem Marinho de Oliveira
  49. Beto

    Boa noite, to a horas fazendo uma pergunta para Ouvidoria do Bradesco, do BC e da Febraban e todas fugiram da minha pergunta. Amanhã tenho horário com a RF só por causa dessa pergunta tb e acho que farão o mesmo. Por favor, e puder me ajudar, o sol brilhará na minha vida.

    Acontece que o Bradesco tá me enrolando a 1 ano e 4 meses e só agora consegui parcelar minha fatura mas estão me cobrando IOF a 8.6% sendo que ele está DECRETADO a 1,5%, a Instituição tem respaldo para continuar com essa taxa abusiva?

    Aguardo por sua resposta.
    Desde já, grata pela atenção.
    Cristina

  50. Author

    Olá, Cristina,
    Não creio que esta cobrança de IOF esteja correta. Só haveria tal possibilidade (não fiz as contas), se o prazo fosse muito grande, coisa que não acho que deva estar acontecendo.
    Peça a planilha do banco.
    Tem que ver direitinho para não falar coisas equivocadas. Sem ver a planilha não é possível dizer nada.
    Você pode procurar um contador perito em finanças para realizar os cálculos e conferir.
    Abraço do Beto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 8 =