9 Comentários

  1. Prezado Beto Veiga,
    boa noite.

    Conforme concluiu no fim do artigo, surgiram várias dúvidas e para saná-las acredito que um exemplo prático iria ajudar bastante. Pode exemplificar para esclarecimentos.

    Att.
    Rafael Albuquerque

  2. Author

    Olá, Rafael,
    Vou fazer isso em mais uma postagem. Assim que o tempo permitir.
    Grato pelo comentário.
    Abraço do Beto

  3. Olá Beto,
    como vc bem falou as duvidas apareceram….
    em relação aos titulos NTN-B a queda da SELIC (atuais 9%)impacta de alguma forma em uma estrategia de aportes mensais de longo prazo (ntn-b 24 ou 35)???
    abraco e grato pelos ensinamentos!

  4. Author

    Olá, Leandro,
    Eu não vejo muita alteração para uma estratégia dessas.
    Para mim, ainda é um caminho possível.
    Abraço do Beto

  5. Prezado Beto,
    Tudo bem?
    Tenho aplicações em Tesouro Direto, e estou preocupado com as mudanças que estão ocorrendo com a taxa SELIC.
    Tenho dois grupos de títulos, LTN010113 e NTNB-P150515.
    As NTNB-P150515 foram compradas em 20/07/2011 (IPCA + 6,67% a.a). Ótima taxa, que não deverá se repetir.
    As LTN010113 são compostas por três lotes, compradas em 07/06/2010 (taxa de 12,10% a.a), 23/06/2010 (taxa de 12,33% a.a) e 10/12/2010 (12,52% a.a).
    Todos os títulos estão rendendo mais que o pactuado. Dentro em breve estarão entrando na faixa de 15% de IR.
    Estou pensando em vender tudo antes do vencimento, pois estarei ganhando bem mais do que aguardar a data pactuada e transformar tudo em NTNB-P150624 (IPCA + 4,45% a.a) ou NTNB-P150835 (IPCA + 4,66% a.a), garantindo deste modo altas taxas de juro por mais doze ou vinte e três anos, pois as taxas de juros deverão cair mais com a queda da SELIC.
    Este raciocínio está correto? A quantia que está aplicada não é necessária para meu uso imediato (sou aposentado, recebo INSS e aposentadoria complementar), e a minha ideia é garantir para o futuro um fundo de recursos que posso sacar mensalmente como se fosse um salário adicional.
    É uma forma de formar um fundo de pensão particular lastreada em títulos do governo, com garantias e juros ainda razoavelmente altos.
    Como não tenho intenção de vender nos próximos quatro ou cinco anos, a possibilidade de perder quando vier a vender será muito menor, estou certo?
    Tenho também aplicação em CDB e Fundos (pago menos de 1% de taxa de administração). Devo transformar pelo menos metade também em TD?
    Obrigado,
    Kao

  6. Prezado Beto,

    Escrevi recentemente (em 04/05/2012)a respeito de umas aplicações que tenho em Tesouro Direto.
    Vi que meu texto estava em avaliação pelo mediador, depois não achei mais nada a respeito.
    Não sei se estou procurando no lugar correto.
    Caso for o caso, favor me indicar onde posso encontrar a sua reposta.
    Obrigado,
    Kao

  7. Author

    Olá, Kao,
    Eu respondi sua pergunta na postagem de ontem.
    Abraço do Beto

  8. Beto Veiga, comprei seu e-book e gostei, bom trabalho!
    Tenho uma dúvida: Poderei comprar títulos não ofertados regularmente (NTN-C)?
    Pois toda quarta-feira na listagem do TD em meu HomeBroker aparece tais títulos para comprar, mas nos outros dias da semana tais títulos não estão disponíveis! Poderei comprá-los sem problemas?

  9. Author

    Olá, Deny,
    Muito obrigado pelo seu comentário.
    Estes títulos só aparecem para serem comprados pelo Tesouro e não por você. O Tesouro não coloca mais estes papéis à venda. Só para resgate.
    Abraço do Beto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 9 =