Assine via RSS Feed Connecte-se comigo no LinkedIn

Portabilidade do crédito: Banco do Brasil e Caixa baixam juros

Eu creio que chegou a hora. Digo isso porque tenho ouvido durante muito e muito tempo as pessoas dizerem: ora, por que o governo não manda os bancos públicos baixarem as taxas de juros? Parece que dessa vez, a perplexidade das pessoas com a solução que parecia óbvia acabou. Não vou deixar o governo do partido anterior sem o seu mérito também, porque lá pelos idos de 2000, após uma forte queda da taxa Selic os bancos públicos, que não reagiram, isto é, não baixaram também suas taxas de empréstimo, acabaram sendo forçados a fazê-lo, mas agora a história parece ser diferente.

O gráfico abaixo demonstra a evolução da taxa de juros média (vermelha) com a margem ou spread (azul), e a Selic (verde) e a Inadimplência (amarela). Dados do Banco Central (Séries Temporais):
Portabilidade do credito

Na prática, se você tem crédito ou está planejando fazer uma operação fique atento, porque a Caixa e o Banco do Brasil estão anunciando que as taxas caíram drasticamente.

Vamos começar com quem já possui uma operação em outro banco. Em 2006, foi criada a portabilidade do crédito (Resolução CMN 3.401), isto é, você pode levar a sua operação para a Caixa ou para o BB se ela estiver mais cara no banco que você está operando. Atenção: não aumente o prazo ou mude as condições antes da transferência. Se você levar a operação tal qual ela está no banco original (mesmo saldo devedor e mesmo número de parcelas) não há o custo do IOF. O governo, desde aquele tempo havia mudado a regra do IOF para quem fizesse esse tipo de operação. O banco original tem que tirar os juros das prestações vincendas. (Veja a discussão em Liquidação antecipada de empréstimos e a queda dos juros)

Se você ler a Resolução, vai ver que lá também consta a possibilidade de levar o seu cadastro para outro banco, isto quer dizer que você deve pedir do banco original as informações que constam a seu respeito para levar à Caixa e ao BB de modo a melhorar a avaliação deles quanto à sua capacidade de crédito.

Antes de continuar, vou reproduzir o que os bancos privados estão dizendo, segundo matéria do jornal O Globo (“Bancos privados não baixam juros e cobram mudanças no crédito” Geralda Doca e Gabriela Valente):

“Eles [bancos] acreditam ainda que, mesmo com os cortes significativos nas taxas cobradas pelos bancos públicos, não vão perder clientes, porque há uma resistência natural em trocar de banco.”

Eles estão reconhecendo o seu poder de mercado, isto é, de estabelecer os seus preços sem sofre sanções da concorrência. E esta é a sua hora de mudar.

Vamos voltar a operação. Quando você for ao BB ou à Caixa, leve todos os dados da sua operação atual: juros, saldo devedor, número de parcelas, garantias, contrato, tudo. O pessoal vai fazer o cálculo da nova parcela e informar a você. Leve de volta para o seu banco original (ou financeira) e veja se eles cobrem a oferta. Se não, leve para a Caixa ou para o BB. Pode até dar um certo trabalho de ir e vir, mas não podemos perder esta oportunidade de fazer as coisas acontecerem no mundo das taxas estratosféricas.

Para quem ainda não está devendo, antes de mais nada, oriento que não tomem dinheiro emprestado, porque não é o melhor caminho. A menos que você esteja fazendo isso para ganhar, isto é, empreender. Tomar dinheiro para consumo é uma péssima ideia. Mas, em todo caso, o caminho é cotar o BB e a Caixa antes.

Finalmente, a medida causou forte queda nas ações do Banco do Brasil na quarta-feira (04/04), e algumas matérias têm sido publicadas sobre a qualidade do crédito dos bancos públicos. Esta é uma grande oportunidade para que a coisa se reverta, isto é, que os bancos públicos foquem nos bons pagadores e que eles sejam beneficiados pela redução dos seus custos, justamente por serem bons pagadores. Minha expectativa é que a medida não seja um incentivo para a transferência do crédito de pior qualidade das mãos dos bancos privados para a dos públicos.

Não fique inerte. Se você está sem dívidas e conhece alguém que deva, encaminhe esta postagem para ele, copiando ou mandando o endereço abaixo:

http://www.betoveiga.com/log/index.php/2012/04/portabilidade-do-credito-banco-do-brasil-e-caixa-baixam-juros

Esta é uma blogagem coletiva e todos que estão participando e dando dicas sobre ela estão listados na sequência (se você tem um blog e vai fazer um uma postagem sobre o tema comente que eu passo o endereço para a lista e você faz o mesmo). Visite as postagens deles também!

Redução das taxas de juros na Caixa e Banco do Brasil
– Quero Ficar Rico

Redução das taxas de juros no Banco do Brasil e Caixa – Educar Finanças


Redução dos juros e aumento no grau de endividamento – Blog do Prof. Elisson de Andrade

Mantenha-se informado. Receba as postagens grátis!:Clique aqui e assine.

Tags: , , , ,

Categoria(s): Crédito, Liquidação Antecipada


Sobre o Autor: Humberto Veiga é advogado na área bancária e empresarial, doutor em economia pela Universidade de Brasília. ɉ também mestre em economia da regulação. Iniciou sua carreira no mercado financeiro em 1989. Foi gerente de produtos, de marketing e regional do segmento pessoa física. Trabalhou no Banco Central do Brasil com regulação de bancos na área de risco de mercado, derivativos de crédito, banco eletrônico, dentre outros. Realiza palestras e é autor de livros na área de educação financeira e de investimentos. Perfil no Google+

102 comentários

Trackback URL | RSS Feed dos comentários

  1. marlene disse:

    olá dr.beto recebo meu salario no santander há 7 anos e meio, tenho uma divida que estou pagado parcelado e tenho um emprestimo em folha de 60 parcela e ja paguei 42 fui pra fazer a o refinanciamento e me falaram q tenho q pagar o acordo q fiz pra depois refinanciar meu emprestimo. isto é certo? será q posso fazer a portabilidade da minha conta pra caixa e refinanciar meu emprestimo? desde já lhe agradeço pela atenção.

  2. Beto Veiga disse:

    Olá, Marlene,
    Você pode fazer a portabilidade.
    Vá direto à Caixa levando os dados do seu empréstimo e o contrato.
    Abraço do Beto

Deixe um comentário




Se você quiser uma imagem no seu comentário, cadastre-se no Gravatar.