Assine via RSS Feed Connecte-se comigo no LinkedIn

Portabilidade do crédito: Banco do Brasil e Caixa baixam juros

Eu creio que chegou a hora. Digo isso porque tenho ouvido durante muito e muito tempo as pessoas dizerem: ora, por que o governo não manda os bancos públicos baixarem as taxas de juros? Parece que dessa vez, a perplexidade das pessoas com a solução que parecia óbvia acabou. Não vou deixar o governo do partido anterior sem o seu mérito também, porque lá pelos idos de 2000, após uma forte queda da taxa Selic os bancos públicos, que não reagiram, isto é, não baixaram também suas taxas de empréstimo, acabaram sendo forçados a fazê-lo, mas agora a história parece ser diferente.

O gráfico abaixo demonstra a evolução da taxa de juros média (vermelha) com a margem ou spread (azul), e a Selic (verde) e a Inadimplência (amarela). Dados do Banco Central (Séries Temporais):
Portabilidade do credito

Na prática, se você tem crédito ou está planejando fazer uma operação fique atento, porque a Caixa e o Banco do Brasil estão anunciando que as taxas caíram drasticamente.

Vamos começar com quem já possui uma operação em outro banco. Em 2006, foi criada a portabilidade do crédito (Resolução CMN 3.401), isto é, você pode levar a sua operação para a Caixa ou para o BB se ela estiver mais cara no banco que você está operando. Atenção: não aumente o prazo ou mude as condições antes da transferência. Se você levar a operação tal qual ela está no banco original (mesmo saldo devedor e mesmo número de parcelas) não há o custo do IOF. O governo, desde aquele tempo havia mudado a regra do IOF para quem fizesse esse tipo de operação. O banco original tem que tirar os juros das prestações vincendas. (Veja a discussão em Liquidação antecipada de empréstimos e a queda dos juros)

Se você ler a Resolução, vai ver que lá também consta a possibilidade de levar o seu cadastro para outro banco, isto quer dizer que você deve pedir do banco original as informações que constam a seu respeito para levar à Caixa e ao BB de modo a melhorar a avaliação deles quanto à sua capacidade de crédito.

Antes de continuar, vou reproduzir o que os bancos privados estão dizendo, segundo matéria do jornal O Globo (“Bancos privados não baixam juros e cobram mudanças no crédito” Geralda Doca e Gabriela Valente):

“Eles [bancos] acreditam ainda que, mesmo com os cortes significativos nas taxas cobradas pelos bancos públicos, não vão perder clientes, porque há uma resistência natural em trocar de banco.”

Eles estão reconhecendo o seu poder de mercado, isto é, de estabelecer os seus preços sem sofre sanções da concorrência. E esta é a sua hora de mudar.

Vamos voltar a operação. Quando você for ao BB ou à Caixa, leve todos os dados da sua operação atual: juros, saldo devedor, número de parcelas, garantias, contrato, tudo. O pessoal vai fazer o cálculo da nova parcela e informar a você. Leve de volta para o seu banco original (ou financeira) e veja se eles cobrem a oferta. Se não, leve para a Caixa ou para o BB. Pode até dar um certo trabalho de ir e vir, mas não podemos perder esta oportunidade de fazer as coisas acontecerem no mundo das taxas estratosféricas.

Para quem ainda não está devendo, antes de mais nada, oriento que não tomem dinheiro emprestado, porque não é o melhor caminho. A menos que você esteja fazendo isso para ganhar, isto é, empreender. Tomar dinheiro para consumo é uma péssima ideia. Mas, em todo caso, o caminho é cotar o BB e a Caixa antes.

Finalmente, a medida causou forte queda nas ações do Banco do Brasil na quarta-feira (04/04), e algumas matérias têm sido publicadas sobre a qualidade do crédito dos bancos públicos. Esta é uma grande oportunidade para que a coisa se reverta, isto é, que os bancos públicos foquem nos bons pagadores e que eles sejam beneficiados pela redução dos seus custos, justamente por serem bons pagadores. Minha expectativa é que a medida não seja um incentivo para a transferência do crédito de pior qualidade das mãos dos bancos privados para a dos públicos.

Não fique inerte. Se você está sem dívidas e conhece alguém que deva, encaminhe esta postagem para ele, copiando ou mandando o endereço abaixo:

http://www.betoveiga.com/log/index.php/2012/04/portabilidade-do-credito-banco-do-brasil-e-caixa-baixam-juros

Esta é uma blogagem coletiva e todos que estão participando e dando dicas sobre ela estão listados na sequência (se você tem um blog e vai fazer um uma postagem sobre o tema comente que eu passo o endereço para a lista e você faz o mesmo). Visite as postagens deles também!

Redução das taxas de juros na Caixa e Banco do Brasil
– Quero Ficar Rico

Redução das taxas de juros no Banco do Brasil e Caixa – Educar Finanças


Redução dos juros e aumento no grau de endividamento – Blog do Prof. Elisson de Andrade

Mantenha-se informado. Receba as postagens grátis!:Clique aqui e assine.

Tags: , , , ,

Categoria(s): Crédito, Liquidação Antecipada


Sobre o Autor: Humberto Veiga é advogado na área bancária e empresarial, doutor em economia pela Universidade de Brasília. ɉ também mestre em economia da regulação. Iniciou sua carreira no mercado financeiro em 1989. Foi gerente de produtos, de marketing e regional do segmento pessoa física. Trabalhou no Banco Central do Brasil com regulação de bancos na área de risco de mercado, derivativos de crédito, banco eletrônico, dentre outros. Realiza palestras e é autor de livros na área de educação financeira e de investimentos. Perfil no Google+

96 comentários

Trackback URL | RSS Feed dos comentários

  1. herbet disse:

    Olá Beto! Gostaria de saber hoje fui no meu atual banco, informei que gostaria de usar a portabilidade para sair de lá, eu perguntei se isso iria alterar o dia de receber o meu salário eles, alegaram que sim, que eu só iria receber depois de 3 dias após o 5º dia util do meu pagamento. Isso que banco me informou e certo, quais medidas eu devo tomar se isso vier acontece? Pois estou muito insatisfeito com o meu atual banco.

  2. herbet disse:

    Olá Beto! Gostaria de saber hoje fui no meu atual banco, informei que gostaria de usar a portabilidade para sair de lá, eu perguntei se isso iria alterar o dia de receber o meu salário eles, alegaram que sim, que eu só iria receber depois de 3 dias após o 5º dia util do meu pagamento. Isso que a instituição financeira me informou e certo, quais medidas eu devo tomar se isso vier acontece? Pois estou muito insatisfeito com o meu atual banco.

  3. Rocha disse:

    Olá, Beto.

    O banco pode condicionar a negociação/liquidação de um crédito imobiliário à negociação/renegociação de uma dívida com o cheque especial ou conta corrente?

    Aguardo.
    Rocha

  4. FELIPE NUNES disse:

    Olá Beto! Fui hoje a uma agência do BB fazer uma simulação de financiamento imobiliário com a intenção de transferir o meu atual da CAIXA para o banco em questão por questões lógicas de taxas e juros mais baixos. O gerente explicou-me que só era possível tal simulação abrindo uma conta, mesmo que logo em seguida a fechássemos. Por fim, lembrou-se, depois de todos os papéis assinados que a portabilidade do financiamento não era possível pois eu havia utilizado o meu FGTS no contrato com a CAIXA e isso assegurava à mesma o direito de não permitir a tranferência do financiamento. DÚVIDA 1: ERA DE FATO NECESSÁRIO ABRIR UMA CONTA PARA TAL SIMULAÇÃO? FAZ SENTIDO?
    DÚVIDA 2: A CAIXA,NESSE CASO, TEM REALMENTE PODER DE IMPEDIR A PORTABILIDADE ALEGANDO QUE NA HORA DO CONTRATO REDUZIU O JUROS EM FUNÇÃO DO USO DO FGTS?
    Grande abraço, Felipe Nunes.

  5. Jefferson Rocha disse:

    Olá Beto Veiga, eu fiz uma renegociação de divida com o Banco Santander onde fizeram um pacote ( Pagamento dos emprestimos + Cartão de Crédito), atualmente faz 1 ano que venho pagando e falta ainda 2 anos, fui ao banco tentar mudar a data de pagamento das parcelas e não obtive exito. Gostaria de saber se esse tipo de dívida tem portabilidade para outro banco??
    Gratoo desde de Já

  6. Beto Veiga disse:

    Olá, Jefferson,
    A princípio, não creio que haja interesse de outros bancos em adquirir este tipo de dívida.
    Sugiro que você entre em contato com a ouvidoria do banco e pleiteie a mudança na data.
    Abraço do Beto

  7. Beto Veiga disse:

    Olá, Rocha,
    Sem pensar muito, eu caho que depende. Se ele quiser ficar com a dívida, acho que não faz mal ele querer que você renegocie tudo. Por outro lado, se você for fazer a portabilidade, aí não há relação alguma. Você pode levar apenas o crédito imobiliário para outro banco e pronto.
    Abraço do Beto

  8. Beto Veiga disse:

    Olá, Herbert,
    De forma alguma!
    A transferência do dinheiro tem que ser feita no mesmo dia. Resolução 3.402 do Conselho Monetário Nacional.
    Veja em: http://www.bcb.gov.br/pre/portalcidadao/bcb/contaSalario.asp?idpai=PORTALBCB
    Abraço do Beto

  9. Priscilla disse:

    Olá, Beto Veiga, eu estava desempregada e consegui emprego essa semana, mas devido a esse período minhas contas acumularam. Hoje estou com uma dívida no cartão de crédito e no limite da conta corrente junto ao banco Santander. Gostaria de sua orientação, devo deixar essa dívida ir para algum departamento de negociação ou devo aceitar a negociação antes da negativação? Porque o juros dessa negociação esta muito alto. Ah! neste caso existe possibilidade de portabilidade?
    Muito obrigada.

  10. jaine disse:

    Beto, estou com dificuldades na renegociação de uma dívida, preciso fazer, mas não posso me dirigir até a agência onde a
    contraí , pois moro em outro estado, gostaria de saber se existe algum outro meio??

    Antecipadamente grata!

  11. daniel disse:

    boa noite meu amigo gostaria de perg tenho um emprestimo consignado no bb e possivel levalo para caixa e sua opiniao vai fica no mesmo ou vc acha que e possivel ganhar alguma coisa obbs estou no soc e serasa desde ja obrigada

  12. Celi disse:

    Tenho um empréstimo consignado no Banco do Brasil que se recusa a negociar para que eu passe a pagar a taxa de juros menor, conforme amplamente noticiado.
    A justificativa é de que eu estou devendo o limite máximo do meu crédito junto ao BB e portanto não há possibilidade de renegociação.
    Não concordo com a resposta diante de tanta propaganda feita sobre as vantagens de renegociar com taxa de juros menor.
    Pode me ajudar por favor?

  13. Beto Veiga disse:

    Olá, Celi,
    A renegociação é prerrogativa do banco.
    O que você pode fazer é mudar de banco.
    Abraço do Beto

  14. Evandro disse:

    Boa Tarde Beto Veiga, Fiz um empréstimo através do cartão que recebo meu salário mais devido a alguns contra tempos acabei,não honrando estas dividas e fiquei em debito com este banco agora quando é depositado meu salário o banco já fica com o dinheiro pra ir sanando a divida;gostaria de saber se eu quiser fazer a portabilidade para receber em outro banco meu banco atual pode se negar em fazer a portabilidade por causa desta divida,ou antes de transferir o dinheiro para o outro banco fazer os descontos devidos?posso fazer a portabilidade para uma conta corrente que tenho na caixa?

    Grato
    Evando

  15. robson de moura disse:

    Bom dia Beto,estou tentando um financiamento imobiliario caixa mas foi negado porque tenho uma renegociaçao com a mesma de 36 parcelas,mas ja paguei 17,minha renda e comprovada e esta dentro do exigido pela caixa para o financiamento mas no meu cadastro foi negado devido a essa renegociaçao,gostaria de saber se o banco pode me negar por esse motivo o financiamento,desde ja agradeço e se pode me orientar em alguma coisa.

  16. Beto Veiga disse:

    Olá, Robson,
    Este tema é muito complicado para discutir, porque acredito que o banco possa ter alguma discricionariedade, isto é, decidir se deve ou não conceder crédito. Principalmente com relação ao nível de comprometimento de renda. Muitas veze4s você tem renda, mas uma parcela elevada pode estar comprometida.
    Por outro lado, o Procon pode ter um entendimento diferente.
    Aliás, há quem advogue que o banco tem responsabilidade quando concede crédito, e esta consiste exatamente em observar se o consumidor não está se endividando demais.
    O tema é bem complexo. A pergunta a se fazer é a seguinte: se, por uma causa externa (que obviamente não desejo a você) acontecer de perder o emprego, como você fará para pagar a conta do financiamento? Voc~e tem alguma reserva de emergência ou está apenas agregando mais uma prestação aos seus custos mensais?
    Queria desculpar, mas esta é minha função aqui. Ainda bem que posso fazê-lo com independência.
    Abraço do Beto

  17. Augusto disse:

    Tenho conta salário no banco Santander e gostaria de migrar a conta para a Caixa, mas tenho um empréstimo consignado descontado em folha. Existe possibilidade de portabilidade neste caso? Posso migrar a dívida? Mesmo com as taxas e vantajoso?

    Obrigado

  18. Bruno disse:

    Olá,Beto.Sou servidor municipal e devo cartão,chq.especial e empréstimos no Santander.Me propuseram juntar tudo e pagar com juros de 2,99%mas condicionaram um seguro contra acidentes pessoais embutidas e me disseram que é obrigatório.De fato é? Sou descontado todo mês em 30% do salário.Com a portabilidade,passo a receber integralmente e posso negociar com à parte com o Santander ou a dívida vai junto? Abçs e parabéns pela iniciativa.

  19. Talles Roberto disse:

    Beto tenho uma divida no CDC do banco do Brasil, mas queria receber na caixa, lembrando que sou funcionario publico municipal, sera que consigo fazer a transferencia pra mim receber na caixa sem quitar o cdc do banco do brasil

  20. Marcos venicius nere ferreira disse:

    Eu sou cliente do banco santander tenho uma conta corrente nao movimentada! Mas fiz empréstimo mas ele estar pendente! Meu nome estar restrito. Queria saber se eu podia leva minha divida pra outro banco! Fanzendo um pequeno empréstimo pra quitar dividas e ficar pagando esse dinheiro pro banco escolhido! Em parcelas leves? Desde ja agradeço.

  21. Beto Veiga disse:

    Olá, Marcos,
    É possível, desde que você encontre outro banco que queria lhe financiar. O problema é que isso não se encaixa nas regras de portabilidade.
    Abraço do Beto

  22. antonio disse:

    BETO ME AJUDE!
    TENHO CONTA SALARIO NO BANCO DO BRASIL, CDC, CONSIGNADO,E DEVENDO CARTAO DE CREDITO DO MESMO BANCO.QERO SABER:SE USANDO A PORTABILIDADE PARA A CAIXA, PODEREI RENEGOCIAR TUDO E FICAR COM MAIS DINHEIRO.

    GRATO PELA ATENÇAO!

  23. rita disse:

    olá, tenho um CDC num determinado banco, gostaria de trocar de banco posso pedir para fazer a portabilidade e vir minhas cobranças de CDC por boleto ou deixar cobrar e depois eles fazem a transferencia do meu salário para o banco que quero trabalhar ou eu não posso mudar de banco devido o CDC que tenho.

  24. Beto Veiga disse:

    Olá, Rita,
    Se você tem CDC em outro banco pode pedir a portabilidade, sim.
    Abraços do Beto

  25. Beto Veiga disse:

    Olá, Antonio,
    Só quem pode responder a sua pergunta é a Caixa, porque ela tem que dizer se se interessa pelo seu crédito.
    Abraço do Beto

  26. rosane disse:

    Beto tenho conta salario no banco brasil tenho cdc pendente,estava afastada do trabalho recebendo do inss,agora preciso voltar a trabalhar eles me disseram que vai descontar de do meu salario td mes ,vou trabalhar sem receber isso e certo.Queria negociar,eles me disseram que nao tenho margem pra negociaçao.se eu mudar pra caixa a minha divida vai junto,o bb vai me liberar.como devo proceder.obrigado

  27. Marcia Silvano disse:

    oi Beto eu tenho uma divida com o Banco do Brasil esta em dia mas as prestações estão impagaveis eu posso pedir por um refinanciamento para eles colocarem todas as contas em um pacote pagar uma coisa só

  28. Beto Veiga disse:

    Olá, Marcia,
    Você deve fazer isso, para evitar que sua situação se complique. É sempre bom negociar com o banco antecipadamente.
    Boa sorte e abraço do Beto

  29. Alves disse:

    Olá Beto Veiga, fiz um empréstimo consignado junto a uma assessoria financeira pelo banco santander mas não sou correntista deste banco.É possível migrar esta dívida mesmo sem ser correntista do santander para outro banco que sou correntista na tentativa de diminuir os juros?
    obrigado!

  30. Beto Veiga disse:

    Olá, Alves,
    O que você vai migrar é a operação de crédito. Não tem problema algum.
    Primeiro você precisa ir ao banco para o qual pretende migrar. Lá eles vão resolver tudo, se for do interesse deles “comprar” o seu crédito junto ao Santander.
    Abraço do Beto

  31. Flávia disse:

    Boa tarde Beto, Eu tinha um consignado com BB, cuja parcela é 499,99, há aproximadamente 3 anos não foi descontado da minha folha 3 parcelas, procurei o banco e nunca obtive êxito na negociação, exigiam que eu pagasse as 3 parcelas em atraso à vista. No dia 30 do mês passado, fiz um acordo via boleto, pela página da net do BB, de 68 parcelas restante de 499,99, consegui no boleto 33 de 190,90, grande diferença, né? Entrei numa cooperativa de crédito p Funcionários públicos, e hj me informaram q eu ainda possuo o consignado com BB, é correto, mesmo já tendo pago 2 parcelas do acordo, constar esse consignado, para consulta?

  32. Beto Veiga disse:

    Olá, Flávia,
    Pelo que você me conta, a negociação ainda não foi liquidada. Assim, seria correto constar a operação, isto é, o saldo que ainda está em aberto.
    Abraço do Beto

  33. clesio disse:

    estou devemdo uma quantia no banco santanser e fiz a portabilidade na caixa e a gerente do banco do santander me ligou me informando que iria descontar 30% DO MEU SALARIA essa pratica e correta e qual atitude eu devo tomar

  34. Beto Veiga disse:

    Olá, Clesio,
    Ele só pode fazer o desconto se você estiver devendo por lá ainda. Caso contrário, não pode.
    Abraço do Beto

  35. claudinei disse:

    Ola’ tenho um financiamento no banco da caixa que esta sendo pago em dia e e tenho uma outa conta juridica no brasil q gostaria de fazer um novo emprestimo a duvida o bb tem como saber do financiamento da caixa?

  36. Beto Veiga disse:

    Olá, Claudinei,
    Sim, tem como saber se você autorizar a consulta à base de dados do Banco Central ou se você se inscrever em algum cadastro positivo. Você pode saber mais sobre isso no meu livro Case com seu banco com separação de bens.
    Abraço do Beto

  37. Vanderlei Bissiato disse:

    Sou aposentado pelo INSS,fiz um empréstimo consignado na antiga NOSSA CAIXA, hoje banco do Brasil, tentei encerrar minha conta no Banco do Brasil e transferir minha aposentadoria para outro banco, mas disseram que não posso porque meu empréstimo CONSIGNADO está ATRELADO à conta. Tentei fazer a portabilidade do empréstimo, mas o Banco do Brasil está empedindo. O que devo fazer ? Grato

  38. Beto Veiga disse:

    Olá, Vanderlei,
    Acredito que a melhor coisa a fazer é abrir uma reclamação no Banco do Brasil pela central de atendimento, depois na ouvidoria e, em seguida, no Banco Central.
    De quebra, vá ao procon.
    Abraço so Beto

  39. victor xavier disse:

    Beto. Quero saber se eu fiz portabilidade eu posso retornar ao meu banco de origem quando eu quiser? abrigado

  40. george alberto disse:

    bom dia beto,quero passar minha conta do bradesco para a caixa lá eu recebo meu pg será que a caixa me dá logo de emediato emprestimo eu levando o meu salário para eles sem ter nenhum emprétimo no bradesco.

  41. Nando disse:

    Boa noite, tenho uma dívida no Santander, tentei negociar e sem sucesso, e a meses eles tomam todo meu salário, pois bem, fiz a portabilidade, sei que eles podem descontar 30% do salário todo dia 05 antes de transferirem para outra conta que fiz a portabilidade. Eu recebo Diárias de alimentação quanto o aeronauta estiver prestando serviço, recebo um valor X por semana de despesa de alimentação, eles podem descontar 30% disso? das diárias? porque não é salário é despesa de alimentação conforme previsto no item 3 da convenção coletiva da categoria.obedecida a conceituação da profissão, conforme o disposto na Lei 7.183/84, que nem entra no Holerite por lei. Outra pergunta-> eu já pago um empréstimo consignado para o Santander Descontado em Folha, e já é estabelecido 30% para esse desconto, mas mesmo assim eles podem descontar 30% do líquido??? muito obrigado se puder me ajudar com essas dúvidas agradeço, obrigado por estar nos ajudando…

  42. César EMbiruçú disse:

    Olá Amigo, eu tinha um financiamento imobiliário com o Santander, quitei-o através de uma carta de crédito que possuia no Bradesco (Consórcio). Tenho ainda um saldo devedor neste consórcio e quero quitá-lo com meu FGTS (já tenho 2 anos que usei neste mesmo imóvel). O Bradesco diz que não posso usar, pois como a alienação passou de um banco para o outro (portailidade), configura novo financiamento, ou seja, outro imóvel. Procurei legislação a respeito e não achei. Você poderia me dizer se o Bradesco tem razão? Tudo isso é no meu nome e é o mesmo imóvel desde o inicio da compra…

  43. Sueli disse:

    Olá Beto. Por favor, tenho um consignado com o B.V.Financeira e eu quero transferir ou vender minha divida para a Caixa onde recebo meu beneficio e os juros bem mais baixos, gostaria de saber se eu preciso ter credito no meu beneficio no valor da divida? Pois tenho outros consignados. E se posso fazer esta negociação com o nome restrito? Obrigada.

  44. ariane disse:

    Olá, transferia minha conta salário para o BB, mas agora como que eu adquiro o contra cheque? Ou olerite?

    Att

  45. veronica disse:

    Boa tarde! Gostaria de saber se é possível fazer portabilidade de empréstimo em DÉBITO EM CONTA. Bom tenho empréstimo no banco do brasil com juros altos, e gostaria de tentar fazer portabilidade para algum banco com juros menos. Qual e diferença de portabilidade e compra de dívida, já que ambas temos que pagar taxa tipo como o IOF e etc. Se eu tenho emprestimo com um banco e faço refinanciamento, tenho que pagar novamente as taxas como o IOF novamente? Aguardo resposta. Obrigada.

  46. Beto Veiga disse:

    Olá, Veronica
    Se fizer refinanciamento, tem que pagar tudo de novo.
    Se fizer portabilidade, não.
    Abraço do Beto

Deixe um comentário




Se você quiser uma imagem no seu comentário, cadastre-se no Gravatar.