13 Comentários

  1. Prezado Beto, me ocorreu uma dúvida sobre o NTNB-Principal. Caso eu resolva fazer aportes mensais no mesmo título, como ficam os rendimentos e a mordida do leão? Cada aquisição de título rende e sofre IR em separado? E isso vai prejudicar os rendimentos? O q seria melhor ir depositando pequenas quantias diretamente no TD ou acumular primeiro na poupança uma quantia razoável e depois adquirir os títulos?

  2. Caro Beto Veiga, na NTN-B os pagamentos dos juros semestrais são feitos com que taxa, a taxa de mercado do momento do pagamento ou a taxa pactuada no momento da compra? Não encontrei resposta a essa pergunta no site do Tesouro Direto. Lá diz que se o investidor levar o título até a data do vencimento, será aplicada a taxa de juros pactuada na devolução do valor investido. Mas não está claro qual taxa será aplicada nos pagamentos semestrais. Atenciosamente, Luciano.

  3. Prezado Beto,

    Parabéns pelo excelente trabalho que vem prestando disseminando o conhecimento.

    Minha dúvida: Desconsiderando as taxas e IR na operação, quais os riscos de perdas reais na venda do título antes do vencimento?

    Grato!

  4. Prezado Beto, tudo bem?

    Parabens pela iniciativa, site muito esclarecedor.
    Tenho uma duvida sobre Tesouro Direto. Se o Brasil der default no futuro, esse investimento sera afetado com o calote? Haja vista o que acontceu na Argentina ha pouco.
    Abracos.

  5. Author

    Olá, Luciano,
    Só podem ser adquiridos os disponíveis no site.
    Abraço do Beto

  6. Beto vc poderia me tirar uma duvida, no caso do NTN-B principal eu vejo em quase todas as materias a frase, “vc sabe o valor exato do que vai resgatar no vencimento ”

    Isso me preocupa, pois ate 2035 muita coisa pode mudar

    Por exemplo a inflação esta atualmente 6% a a

    Se eu comprar agora NTN-B principal 2035 vou receber baseando se que ate 2035 a inflação fique na casa de 6% a a ?

    E a inflação disparar sei la, daqui 10 anos pra 30% ao ano ?
    Ou houver deflação ?

    Como fica esse valor “fixo” que irei receber em 2035 ele nao se altera ?

  7. Author

    Olá, Alexa,
    Não há como saber qual o valor exato em reais de uma NTN-B no vencimento. A única coisa que se pode dizer é será o equivalente a X reais corrigidos pela variação do IPCA.
    Abraço do Beto

  8. Prezado Beto,

    Esta foi minha primeira visita no seu Blog e gostei muito do que vi e li.
    Tenho uma pergunta sobre tesouro direto e gostaria de saber se no seu livro poderei estudar sobre o assunto de minha pergunta, descrita a seguir. Eu gostaria de adquirir títulos do Tesouro Direto mas não para carregar até o vencimento, mas sim comprar quando o preço começar a subir, confirmando com a SELIC começando a baixar e e vender quando o preço começar a cair confirmando com a SELIC começando a subir. Também penso em adquirir NTN-B com o prazo mais distante. Minha pergunta é se esta é uma estratégia muito arriscada ou tem boa chance de dar certo?
    Desde já agradeço.

    Jose Americo

  9. Beto,

    Só para confirmar.
    Os rendimentos da NTN-B são compostos de 2 parcelas (juros acordados e variação do IPCA).

    Minha dúvida é se no recebimento semestral estão incluídas as 2 parcelas acima citadas (juros acordados + variação do IPCA) ou somente os juros acordados.

    Ou seja, no vencimento dos papeis eu resgatarei o valor dos papéis que comprei corrigido pelo IPCA ou o exato valor nominal que investi?

    Abraço

  10. Author

    Olá, Cassio,
    Na realidade, os juros semestrais são calculados não com base nos juros acordados, mas na taxa do lançamento do título.
    Os juros acordados (de mercado) são uma referência para achar o valor de mercado do título, ajustando todos os recebimentos que vierem a acontecer, inclusive os juros semestrais, com as taxas em vigor no memento da aquisição.
    Os juros semestrais são calculados no momento da emissão e são corrigidos pela inflação desde a emissão.
    Abraço do Beto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 3 =