Observei as notícias de ontem alusivas às mulheres e percebi que a maioria delas, fosse em que área fosse, trava de estatísticas do tipo: a atividade tal é praticada por X % de mulheres e Y% de homens; as mulheres ganham Z% daquilo que ganham os homens; etc. Pois bem, eu resolvi falar de uma probabilidade: tenho 100% de certeza de que não estaria aqui escrevendo se não fosse por uma mulher……e por um homem. Além de dar os parabéns a todas as mulheres, desejo que amem, eduquem, compartilhem, preservem, riam, enfim, que vivam intensamente! TweetLeia mais

11 de março às 19:00h – Bate-papo e autógrafos na Livraria Cultura do Shopping Villa Lobos – SP 12 de março às 19:30h – Bate-papo e autógrafos na Livrarias Curitiba do Shopping Aricanduva – SP TweetLeia mais

Palavras como a violênciaQuebram o silêncioVêm colidindoDentro do meu pequeno mundoDoloroso para mimPerfuram-meVocê pode entenderMinha pequena garotaTudo o que eu sempre quisTudo o que eu sempre preciseiEstá aqui nos meus braçosPalavras são desnecessáriasElas só podem machucarVotos são ditosPara serem quebradosSentimentos são intensosPalavras são triviaisPrazeres permanecemAssim como a dorPalavras nada significamE são “esquecíveis”Curta o silêncio(Depeche Mode)Bom final de semana TweetLeia mais

Sobre a postagem anterior, o leitor Zival fez a seguinte observação:“BETOA inflação se dá em função dos preços dos alimentos, devido a quebra de safra, e aumento da renda média da população; e com a injeção do 13° salário e reajustes de categorias: metalúrgico e bancários; com o Real apreciado, em função de política monetarista, houve um incremento na importação, ampliando a demanda, portanto, para segurar a inflação às medidas de cunho monetarista, fiscal, tributário e política de desenvolvimento; quanto ao etanol, oriundo do milho, provocou a alta das “tortilhas” e de todos os produtos que utilizam o milho em sua composição; gerando inflação internaLeia mais

Acaba de sair um relatório sobre habitação nos EUA. O número de permissões (alvarás) para construção de novas casas, caiu 24% no mês de agosto de 2007, quando comparado ao mesmo mês de 2006. Em relação a julho de 2007, a redução foi de 5,9%. O início de novas construções caiu 19,1% quando comparado a agosto do ano passado e é 2,6% menor do que julho deste ano. A demanda tende a cair por lá, sim. Aqui no Brasil a coisa fica um pouco diferente quando o assunto é o consumo interno. Depois a gente fala sobre isso. TweetLeia mais

Alterei esta postagem porque acabei de escrever o livro sobre as principais dúvidas financeiras.Agradeço às colaboradoras que enviaram as perguntas. Assim que estiver impresso enviarei uma cópia do livro. TweetLeia mais

Não que eu aconselhe a estratégia do “Negão”, mas devido ao caráter eminentemente democrático desta página, veja como ele optou por lidar com seus problemas, dentre eles, os financeiros: www.tororomba.com.br/bebenegao.zip (Arquivo MP3 “zipado”) TweetLeia mais