3 Comentários

  1. Beto, boa tarde! Ai vai uma dúvida a qual não consegui fazer a conta exata para resolver a questão. Vamos imaginar a seguinte situação. O investidor dispõe de 10.000 reais para aplicar em Tesouro Direto. O que compensa mais? 1) Aplicar em LTN com vencimento em 2015 e depois quando chegar em 2015, aplicar novamente em LTN com vencimento em 2021, por exemplo. Sei que não existe este vencimento, mas certamente existirá daqui um tempo. “OU” 2) Aplicar direto em NTN-F 2021 e reaplicar os cupons em NTF-F 2021 seguidamente. O que acha? Vamos supor um cenário de taxa média de juros médios em torno de 11% de hoje a 2021.

  2. Beto, boa tarde! Ai vai uma dúvida a qual não consegui fazer a conta exata para resolver a questão. Vamos imaginar a seguinte situação. O investidor dispõe de 10.000 reais para aplicar em Tesouro Direto. O que compensa mais? 1) Aplicar em LTN com vencimento em 2015 e depois quando chegar em 2015, aplicar novamente em LTN com vencimento em 2021, por exemplo. Sei que não existe este vencimento, mas certamente existirá daqui um tempo. “OU” 2) Aplicar direto em NTN-F 2021 e reaplicar os cupons em NTN-F também para vencer tudo em 2021. O que acha? Vamos supor um cenário de taxa média de juros em torno de 11% de hoje lá.

  3. Beto,

    Por falar em títulos públicos, vendo a seguinte charge sobre a dívida pública americana, não pude deixar de ter a impressão que o imbróglio aplica-se também aos nossos pimpolhos.

    We all need to share in the sacrifice
    http://townhall.com/political-cartoons/2011/04/20/86817

    Abraços,
    Everton

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + 4 =