Você se conhece? Se sim, ótimo, se não, infelizmente não será agora que eu vou colocar um simulador de perfis para funcionar por aqui. Pretendo fazê-lo na página que estou planejando desenvolver em breve.Por enquanto, vou passar umas informações sobre o que é cada uma dessa manjadas classificações que vivem saindo por aí.O conservador está à procura de segurança. Passaria dois dias sem dormir se as ações que comprou como resultado da indicação de um colega caíssem 5% em um dia. Esse cara ou tem a família grande e não pode por em risco o pagamento das faturas ou é assim mesmo: um cuidadoso, prevenidoLeia mais

O crédito com desconto em folha de pagamentos e aposentadorias e pensões, o chamado “consignado” apareceu como a salvação para as altas taxas de juros.O comentário que não tem sido feito, contudo, é que o risco real da operação não é representado pelo mutuário (aquele que toma o empréstimo, ou mútuo), mas pela empresa que paga o salário deste último.Nos meios financeiros, quando se realiza uma operação de crédito, procura-se identificar qual é o fator de risco, isto é, quais os eventos ou situações que podem ocorrer que levariam o credor a receber menos do que emprestou.Quando uma pequena empresa toma um empréstimo com avalLeia mais

Este comentário será meio inútil (por que eu estou fazendo então???). Há algum tempo venho enxergando a economia brasileira como se estivéssemos vivendo à época do plano real. Isso mesmo, como se estivéssemos em 1994, com a diferença de que àquele momento o dólar estava abaixo de R$ 1,00 e depois ficou mais ou menos nesse preço.Hoje, comparativamente àquele período, estamos com o dólar igualmente “barato”. Quer uma outra semelhança? Os juros, estão igualmente altos. Engraçado, pensei que iria ser rápido escrever essa postagem mas parece que vou ter que fazer algumas pesquisas nas bases de dados para fundamentar minhas afirmações.A taxa de inflação nesseLeia mais

Por que no Brasil prevalece a dualidade entre a moral e a política, o oficial e o oficioso, o legal e o real?No Brasil, as leis não são compreendidas como garantidoras de justiça e igualdade, mas geradoras de novas formas de injustiça. O “jeitinho brasileiro” é uma maneira de descumprir a lei, que é vista como violenta e injusta. Penso que é mais isso o que acontece, e menos a consideração de que nós, brasileiros, temos uma tradição “individualista”, que seria pouco afeita à preocupação com o bem comum. Quanto à moral (privada) e a política (espaço público), aí, sim, há uma grande confusão, porqueLeia mais

Você pratica consumo consciente? Veja quantas dessas práticas são adotadas por você:1 – Evita deixar lâmpadas acesas em ambientes desocupados2 – Fecha a torneira enquanto escova os dentes.3 – Desliga aparelhos eletrônicos quando não está utilizando4 – Costuma planejar as compras de alimentos5 – Costuma pedir nota fiscal quando faz compras6 – Costuma planejar compra de roupas7 – Costuma utilizar o verso de folhas de papel já utilizados8 – Lê o rótulo de atentamente antes de decidir a compra9 – A família separa o lixo da reciclagem (lata, papel, vidro, PET, garrafas)10 – Espera os alimentos esfriarem antes de guardar na geladeira11 – Comprou produtosLeia mais

Nos últimos três anos, o caixa das empresas que lançaram ações na bolsa foi engordado em 32,6 bilhões de reais. Aquelas cujos donos venderam parte do seu capital amealharam outros 33,7 bilhões de reais.Só para esclarecer alguém que não conheça muito o assunto, as negociações que ocorrem na bolsa todo o dia não significam uma transferência de recursos para as empresas. Tratam-se de negociações entre pessoas que adquiriram as ações e, depois resolveram vender para outras. Essa negociação, denominada “secundária” não gera um tostãozinho sequer para a empresa. O benefício que ela gera é criar um ambiente favorável às colocações “primárias”, isto é, aquelas nasLeia mais

É certo que manter conta em banco pode não custar dinheiro. O BB (crieo que o chamado Banco Popular) e a Caixa (CEF) oferecem contas sem tarifas (limitada a uma determinada lista de produtos) para clientes de baixa renda.Como este pode não ser o seu caso, é bom ter em mente que a manutenção de uma conta corrente pode custar a você, em média, R$21,34 por mês, segundo pesquisa da fundação Procon-SP.Conforme a pesquisa, que confirmou o que seria “meio óbvio” os pacotes de tarifas tendem a custar menos do que os produtos adquiridos separadamente.A minha observação é que, os preços de ambos são estabelecidosLeia mais

Dando uma pausa na longa história da aposentadoria, acho interessante comentar uma matéria do Financial Times sobre o imposto sobre valor agregado (IVA) na Europa. Esse imposto é muito semelhante ao nosso ICMS, no sentido de que quem “coleta” do consumidor é o comerciante, que depois repassa (ou não) para o governo.Nesse caso, a matéria deixa claro o problema dessa forma de tributação: mais de 100 bilhões de euros podem estar sendo perdidos pela arrecadação do IVA devido a fraudes, sonegação e à não transferência dos valores arrecadados dos consumidores aos governos da União Européia.Essa é mais uma prova de que o casal imposto eLeia mais